Jesus sobre o que realmente importa

“porque, onde está o teu tesouro, aí estará o teu coração” (Mateus 6:21) Jesus, o Mestre, mais uma vez de maneira simples e direta, ensina uma lição básica da vida: a lição de que devemos priorizar o que realmente importa. E o que realmente importa para Jesus? Usando a linguagem de sua época, Jesus evoca … Continuar lendo Jesus sobre o que realmente importa

Anúncios

Jesus e as impurezas

“E, tendo convocado a multidão, lhes disse: Ouvi e entendei: não é o que entra pela boca o que contamina o homem, mas o que sai da boca, isto, sim, contamina o homem. Não compreendeis que tudo o que entra pela boca desce para o ventre e, depois, é lançado em lugar escuso? Mas o … Continuar lendo Jesus e as impurezas

Viagens (o paraíso de cães)

“Os cães são o nosso elo com o paraíso. Eles não conhecem a maldade, a inveja ou o descontentamento. Sentar-se com um cão ao pé de uma colina numa linda tarde, é voltar ao Éden onde ficar sem fazer nada não era tédio, era paz.” (Milan Kundera) Essa noite eu sonhei com cães... Quero acordar … Continuar lendo Viagens (o paraíso de cães)

A boa notícia

“Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, esse o revelou.” (Jo 1:18) Trago boas notícias, quem quer ouvir? Escrevo com o coração alegre e cheio de paz, quem quer ler? A boa notícia, essa informação que salva a alma das opressões do mundo precisa ser disseminada. Infelizmente … Continuar lendo A boa notícia

Jesus e a questão da motivação

“Guardai-vos de exercer a vossa justiça diante dos homens, com o fim de serdes vistos por eles... (Mt 6:1) “Praticam, porém, todas as suas obras com o fim de serem vistos dos homens... (Mt 23:5) A mensagem de Jesus era voltada sempre para o interior do coração humano. O coração humano em sua época, representava … Continuar lendo Jesus e a questão da motivação

Jesus e seu conceito de Paz

Para Jesus a paz mais do que uma atitude externa era uma atitude interna de não turbação (agitação no espírito; inquietação). Enquanto a paz do mundo tem como chavão : “se queres paz se prepara para a guerra”, a paz de Jesus não é conquistada somente no esforço e na luta, mas sim na confiança e no temor. O conceito de paz para Jesus não tinha nada a ver com as estratégias de guerra para por fim a certo “terrorismo” e nem era algo que se reivindicava por meio de passeatas contra a guerra. A paz para ele era uma atitude de cada ser humano consigo mesmo.