Maldito seja o comunismo!

“Se o comunismo acabar, quem é que vai levar a culpa” (Jô Soares) Maldito seja o comunismo na boca espumada de ódio do meu pai ignorante! Maldito seja o comunismo entre as mulheres já que resolveram me enfrentar de igual para igual e agora não passo de um moleque travesso comparado à competência delas! Maldito … Continuar lendo Maldito seja o comunismo!

Anúncios

Maldito mundo binário

E o Senhor Deus ordenou ao homem: "Coma livremente de qualquer árvore do jardim, mas não coma da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que dela comer, certamente você morrerá". (Gênesis 2:16e17) Estamos imersos em um maldito mundo binário! Desde a mitologia hebraica sabemos que o “conhecimento do bem … Continuar lendo Maldito mundo binário

O espírito do Natal

Honrarei o Natal em meu coração e tentarei conservá-lo durante todo o ano. (Charles Dickens) O espírito natalino é uma coisa impressionante! O espírito natalino vem acompanhado da “magia do Natal”. O espírito natalino te obriga na noite de Natal a ficar acordado até meia-noite, fazendo sala com aquele seu parente mala. O espírito natalino … Continuar lendo O espírito do Natal

Heróis de barro

A humanidade não se divide em heróis e tiranos. As suas paixões, boas e más, foram-lhes dadas pela sociedade, não pela natureza. (Charles Chaplin) Desde pequenos fomos doutrinados a depositar nossas esperanças neles: os heróis. Nos desenhos animados, eles com suas armas de guerra combatiam o “inimigo” feio, mal e cercado de idiotas que sempre … Continuar lendo Heróis de barro

Pobres vigias

Sem a cultura, e a liberdade relativa que ela pressupõe, a sociedade, por mais perfeita que seja, não passa de uma selva. É por isso que toda a criação autêntica é um dom para o futuro. (Albert Camus) A era do conhecimento também é a era da vigilância. Alguém conseguiu colocar todos contra todos e … Continuar lendo Pobres vigias

Os privilegiados

"Quem pretende apenas a glória não a merece." (Mário Quintana) Eles se sentem privilegiados e andam como se fossem os únicos moradores da Terra. Confundem público com privado e se acham figuras ilustres e de renome entre mortais. São possessivos, cheios de posses e de poses. Mandam e desmandam. Ganham as partidas antes de rolar … Continuar lendo Os privilegiados

Eu tentei!

“A recordação da felicidade já não é felicidade; a recordação da dor ainda é dor.” (George Lord Byron) Eu tentei desde tenra idade me adaptar! Mas não via graça nos empurrões, nos apelidos maldosos, nas costumeiras "lutinhas". Eu tentei ser amigo dos mais falados da classe, mas eles eram esnobes e gostavam de humilhar e … Continuar lendo Eu tentei!