Pobres vigias


Sem a cultura, e a liberdade relativa que ela pressupõe, a sociedade, por mais perfeita que seja, não passa de uma selva. É por isso que toda a criação autêntica é um dom para o futuro. (Albert Camus)

A era do conhecimento também é a era da vigilância. Alguém conseguiu colocar todos contra todos e qualquer deslize humano é digno de punição. O erro humano, o menor deles, em tempos de crise, é imperdoável. Captamos no gravador de áudio e vídeo dos nossos smartphones, as atitudes execráveis. Todos desconfiando de todos! Todos eleitos fiscais de todos! Todos no papel de vigilantes e delatores!

Em tempos de “politicamente correto”, qualquer vacilo nas palavras pode virar caso de polícia. Em tempos de racionamento de água, molhar as plantas do quintal pode ser motivo de denúncia do vizinho aos meios de comunicação. Em tempos de condenação aos fumantes, o cheiro da fumaça de um cigarro é a centelha que faltava para as maiores reprimendas. É a vigilância que divide, enfraquece e faz do ser humano o diabo acusador no mundo. Um mundo insuportável, de gente doente e moralista prometendo proteção a todo o custo, nem que seja na base da exposição vergonhosa do seu semelhante.

Que mundo é esse em que se espera o tropeço do vizinho para o expor ao ridículo? Gente que comete as maiores “crocodilagens” no trabalho por coisas tão pequenas e banais. Pequenos erros que viram textos gigantescos nas redes sociais com cunho humanitário. Vigilantes da natureza, dos animais e da vida alheia, que vivem de esperar um furo qualquer para que sua veia heroica possa entrar em ação e salvar o planeta com seu celular. Moralistas que na maioria das vezes sem moral querem impor um padrão na base da ameaça e da coerção. Uma sociedade fraca, reflexo de gente fraca da cabeça e do coração, e que se regozija com a podridão humana. Onde iremos parar?

Anderson Luiz

Anúncios

Obrigado pela opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s