A boa notícia


“Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, esse o revelou.” (Jo 1:18)

Trago boas notícias, quem quer ouvir? Escrevo com o coração alegre e cheio de paz, quem quer ler? A boa notícia, essa informação que salva a alma das opressões do mundo precisa ser disseminada. Infelizmente nessa seara, são poucos os trabalhadores! Desde que há informação da existência humana na Terra, essa semente já havia sido plantada… e muitos fizeram de tudo para regar essa semente até que ela crescesse e desse frutos. E deu fruto, muito fruto! Os chamados profetas, morreram por causa dessa boa notícia. Essa boa notícia foi a luz em meio a escuridão da falta de informação. Estávamos mal informados e eis que surge a boa notícia!

Trago “novidades” não tão novas assim! Acabamos por descobrir que isto estava estabelecido, quem sabe, antes da fundação do mundo? Me diga, quais são as novas tão antigas? Escrita na História com sangue de inocentes e puros, a boa nova precisa iluminar. Como uma informação de um noticiário de jornal sobre um acontecimento na China que nos faz crer na existência da China e do que aconteceu lá, assim se dá com a boa notícia. Se não tivéssemos informação sobre a China e sobre o que acontece lá, ela não “existiria” para nós, certo? O que não quer dizer que sem informação a China não exista e o fato não seja verdade! A informação verdadeira revela os fatos! E esse é o papel da informação! Revelar o oculto, decifrar o indecifrável, trazer luz ao que está em trevas. Trago boas notícias, quem quer ouvir? Escrevo com sangue e com o espírito, quem quer ler?

A boa notícia se encarnou! Ela tomou forma, se revelou na História e tornou concreto o que era informação, palavra, boa notícia desde sempre. Eis a boa notícia: Cristo! Sua mensagem era e continua sendo reflexo de sua vida. Deus entre os homens! Deus unindo em si mesmo todos os homens e não excluindo ninguém. Deus mostrando ao homem que ele não tem capacidade nenhuma de chegar até ele (seja por meio da religião, das atitudes, da moral e da ética), pois é ele quem vai até o homem. Deus usando pão como símbolo de um grande banquete, onde só fica de fora quem quer. Deus que gera arrependimento, novo nascimento e mudança de mente. Deus que tira fardo de culpa, de rejeição e abandono, rasgando escritos de dívidas que escreveram para nos aprisionar. Deus libertação das más noticias e dessa falta de informação verdadeira que tanto tortura a alma. Deus perdão, misericórdia e amor. Deus habitando no homem e não em Templos erguidos por mãos humanas. Deus revelando que estamos nele reconciliados com todas as coisas. Deus luz, iluminando a cegueira humana. Deus que guarda seu juízo para a última hora, suportando em si mesmo a dor da maldade humana. É só crer nessa boa notícia! É só ter fé nesse Deus! Simples assim e sem complicação! De tão simples não acreditamos! De tão fácil aceitação perdemos a fé! E ainda que essa informação não chegue a todos, as coisas continuam como sempre foram antes da fundação do mundo. Já fomos todos atraídos a ele mesmo sem saber e sem esta informação. Isso é maravilhoso! Mas quem quer ouvir e dar ouvidos? Quem quer ler e dar razão a Deus?

Anderson Luiz

Anúncios

Obrigado pela opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s