A droga da ilusão


“O prazer pode apoiar-se sobre a ilusão, mas a felicidade repousa sobre a realidade.” (Sébastien-Roch Chanfort)

Etimologicamente a palavra “ilusão” vem do verbo “Illudo” que quer dizer divertir-se, recrear-se, burlar e enganar. A ilusão é uma droga! A mais tóxica, a mais perigosa, a mais cruel, que é capaz de matar as pessoas aos pouquinhos sem as mesmas derem conta de que isso está acontecendo. Morte lenta e sufocante pela ilusão! A ilusão parece divertida, mas faz muito mal aos sentidos humanos. Gera uma confusão tão grande em uma mente sadia, que é capaz de deixar essa mente sem poder de juízo. O mundo inteiro está submergido no poder dessa droga devastadora! De tal modo que a verdade se transformou em ilusão. Puro engano!

A ilusão corrompe os sentidos de uma forma ainda mais destrutiva do que o Crack ou qualquer outra droga considerada poderosa. O mundo é o mundo dos iludidos! O mundo é uma grande ilusão! Seus “atrativos” são enganosos, mentirosos, irracionais… e eis que a ilusão tomou o posto da “razão” como queria um certo Nietzsche. A era de Apolo, o deus da razão, foi superada por Dionísio, o deus da ilusão dos sentidos, da loucura e alucinação. De fato não há lucidez na ilusão! O mundo caminha sem lucidez, sem luz, sem razão, sem discernimento e quando há luz no fim do túnel, é apenas um trem vindo de encontro trazendo a morte. Quem vive de ilusão vive perdido! Vive de tendências recreativas, divertidas, tecnologicamente criadas para alienar. Uma “Matrix” está operando anos entre nós, um “Big Brother” já opera tempos no meio de nós, e nós ainda achamos que isso é coisa de filme, de entretenimento, de mágicas de Cris Angel. Esta na hora de acordar, de despertar para a vida e se livrar desse torpor!

O mundo se encontra “embriagado”, “entorpecido”, “drogado”, “chapado”, muito “chapado”. Só não vê quem não quer, ou talvez quem esteja “na onda”. Essa droga é de longa duração e por isso é mais viciante do que todas as outras. Ela não tem um tempo curto de “onda”. O engraçado é que a maioria crucifica os usuários de outras drogas químicas, mas nem percebem o quanto estão entorpecidos e embriagados pela ilusão. A droga da ilusão transforma o poder, a sensualidade, o papel moeda (dinheiro), a ganância, o sucesso, em deuses poderosos. A droga da ilusão convence crédulos de que a Fé é materialismo. A droga da ilusão traz delírios e surta aqueles que se frustram quando experimentam a verdade. A realidade é um grande inimigo dos iludidos! A lucidez de um lúcido é tida como loucura para quem está na droga da ilusão. Para os iludidos, os filmes, novelas, contos de fada, as oratórias ludibriosas e toda a linguagem persuasiva ganham significado, importância, se corporificam na sua caminhada de vida. O mundo drogado se engana e acha que não existe verdade, que tudo é mentira, que não há lucidez e nem lúcidos e que a única certeza é a morte. Existe uma luz pura que não é “luciferina”! A droga pesada da ilusão enganou os sentidos das pessoas para que elas não a vejam. Existe uma luz pura e verdadeira! Ela te faz enxergar que muitos que fazem uso de substâncias químicas podem ser mais lúcidos do que aqueles que estão drogados de ilusão. Merda de ilusão!

Anderson Luiz

 

Anúncios

Obrigado pela opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s